• AL Soluções

Saiba agora como ter um restaurante virtual!

Atualizado: Set 10

O comércio de refeições passa por grandes mudanças e o restaurante virtual é uma das novidades que cresceu muito nos últimos anos. Não são necessários garçons, cadeiras ou mesas e sim bom gerenciamento, estratégias de fidelização do cliente e uma boa estrutura para a cozinha.


De acordo com o Instituto Foodservice Brasil, em 2018, foram movimentados R$205 bilhões no país com o mercado de alimentação produzido fora do lar. Esse crescimento remete à nova situação do consumidor: quando ele está com fome não vai mais à despensa, mas sim ao aplicativo para encontrar as melhores opções de alimentação para aquele momento.


Se você quer fazer parte desse ramo que cresce e tende a se desenvolver cada vez mais no Brasil, veja o conteúdo que preparamos e saiba agora como ter um restaurante virtual!


Há quanto tempo a inovação acompanha os restaurantes?


Os restaurantes da forma como conhecemos hoje iniciaram seus trabalhos na França, durante a revolução francesa, quando um vendedor de sopa parisiense, Boulanger, fixou na porta de seu estabelecimento a inscrição “Boulanger serve restaurantes preparados para os deuses”.


A palavra restaurante, nesse contexto, significava que as sopas servidas restauravam as forças dos clientes, porém, a palavra foi adotada por outros estabelecimentos para indicar o tipo de serviço prestado. Assim os restaurantes foram aumentando, ganhando clientes, gerando emprego e criando cardápios cada vez mais elaborados.


Onde apareceram as inovações?


Outra inovação veio com os restaurantes self-service na costa oeste dos Estados Unidos durante o século XIX. Logo após vieram os restaurantes com apenas uma especialidade de cozinha, como os steak houses e os seafood restaurants.


Por volta dos anos de 1980 no Brasil,  o mercado de delivery era dominado pelas pizzarias, depois entraram também as hamburguerias e, com a maior acessibilidade tecnológica, os restaurantes logo se adaptaram a essa nova realidade. Assim, muitos deles juntaram a cozinha especializada que teve origem nos Estados Unidos com a tecnologia.


O que é a cozinha virtual?


O restaurante virtual é também conhecido como dark kitchen ou cozinha fantasma. Esse é o estabelecimento que oferece apenas comida para a viagem, sendo assim, essas empresas não têm sala de jantar e nem uma loja onde os clientes possam comprar os alimentos pessoalmente.


O custo operacional das cozinhas virtuais é menor, pois não há despesas sobre um grande espaço ou garçons. Outro fator positivo é que os restaurantes virtuais não precisam se preocupar com a localização, ou seja, a cozinha pode estar em lugares com aluguéis em conta.


Contudo, apesar dessas facilidades, não basta oferecer o serviço, o ponto ideal está em como o serviço é oferecido: você tem uma marca com design próprio?já tem um aplicativo? como o produto chega até o cliente? as embalagens são feitas com cuidado?quais são suas estratégias para fidelizar o cliente?


Hoje, muitas empresas não fazem sucesso apenas pelo produto, mas devido à forma como oferecem esse produto. Portanto, é preciso trazer significado para o seu cliente e mostrá-lo que o conjunto: atendimento, compra e produto é o ideal para a realização da refeição.


Como montar um restaurante virtual?


É importante considerar a estrutura do delivery para que tudo funcione: desde o encontro do cliente com o aplicativo até a avaliação que ele fará do estabelecimento. Por isso, são necessários alguns investimentos que determinarão o sucesso da cozinha, veja abaixo o que é fundamental para que o empreendimento virtual na área de food service funcione de forma satisfatória e fidelize clientes.


Tenha uma boa estrutura de entrega


A entrega é o caso pontual da cozinha fantasma. Ela deve ser eficiente, não ter atrasos, proporcionar o máximo de cuidado com o alimento do cliente e ser feita de forma gentil e educada. Então, contrate o serviço de entregas competente e responsável. Tenha uma mochila térmica de qualidade, que conserve bem o alimento e não deixe a movimentação danificar o produto.


Além disso, é possível investir em uma taxa justa e viável para o seu cliente, que englobe o preço do combustível, do entregador e da manutenção do veículo. Contudo, é importante que esses valores não sejam adicionados ao produto, pois o cliente poderá ter a impressão de que o seu produto é mais caro que em outros estabelecimentos.


Utilize o marketing


O marketing é muito importante para os restaurantes fantasmas, pois é preciso que as pessoas saibam da existência do seu estabelecimento e, como não existe a estrutura física, os meios digitais são as principais formas de propagação do nome. Criar um site e um aplicativo para o negócio é um dos primeiros pontos para ganhar identidade em relação aos outros lugares que oferecem um serviço semelhante.


Também, inclua o seu cardápio e as divulgações nas redes sociais, além do horário de funcionamento e as informações sobre os produtos. Uma boa sugestão é criar promoções que gerem compartilhamentos ou acessos, claro, com uma boa dose de equilíbrio.


Invista em embalagens


As embalagens têm uma função que vai além de proteger o produto: elas carregam a sua marca, identificam o seu nome e seduzem o cliente, considerando que são o primeiro contato do consumidor com o produto. A boa aparência agrega valor à venda, pois o investimento estético melhora a percepção do cliente e reforça a identidade da marca.


A Associação Brasileira de Embalagem (ABRAE) afirma que o design da embalagem é um diferencial competitivo e “cria uma personalidade capaz de fidelizar o consumidor”. Além disso, a ABRAE também indicou que 75% das empresas que investiram recentemente em design registraram aumentos em suas vendas.


Tenha um bom atendimento ao cliente


O atendimento ao cliente é umas das formas de aproximar e gerar a fidelização do consumidor, por isso, ele deve ser feito com muita destreza, gentileza e educação, desde o momento em que o cliente tem acesso ao cardápio até o momento do feedback.


Por isso, é significante investir no primeiro contato, ou seja, ter um aplicativo com um bom design, objetivo e que tenha cumprimentos, como “boa noite”, “por favor” e “obrigada”. Além disso, não negligencie a entrega, o produto deve estar em uma temperatura adequada para o consumo e o entregador deve se dirigir ao cliente com educação e cuidado.


Se possível, peça ao cliente um feedback ou avaliação, esse retorno garantirá que você conheça melhor suas necessidades, mantenha o contato pós-venda e aperfeiçoe cada vez mais o seu serviço.


Desenvolva um aplicativo próprio


Ter um aplicativo próprio é uma estratégia de crescimento para restaurantes fantasmas. A venda por meio dos telefones pode ser lenta demais, pois muito tempo é gasto para a explicação do cardápio e dos preços, o uso de aplicativos terceirizados pode ser desvantajoso devido ao alto preço das taxas.


O aplicativo próprio para o estabelecimento permite que o cliente tenha contato prioritário com a sua marca, que o cardápio e o horário de funcionamento estejam adequadamente descritos e que todo o seu processo de entrega seja detalhado.


Procure o apoio de uma empresa especializada


Contar com uma empresa especializada é uma boa alternativa para quem procura crescer no ramo. O gerenciamento depende de questões que são novidades para alguns empreendedores, por isso, é importante procurar por empresas atualizadas que podem cuidar do desenvolvimento tecnológico e auxiliar de forma efetiva para o crescimento do negócio.


Com o apoio certo, o seu comércio poderá ter um crescimento nas vendas, construir uma marca sólida no mercado e fidelizar clientes. Além disso, garantirá a segurança dos seus dados e dos clientes, por meio de apps personalizados que evitariam os desconfortos causados pelos aplicativos de marketplace.


Com uma boa pesquisa, é possível encontrar empresas que façam esse serviço e tenham taxas mais baixas, ou mesmo, não apresentem esse custo sobre o uso do aplicativo. Assim, será possível economizar e investir na divulgação da sua marca.

O restaurante virtual representa uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento no mercado, afinal, pode gerar lucratividade com apenas algumas horas de atividade nos fins de semana.


Não poderíamos negar: os aplicativos têm se tornado cada vez mais populares e têm uma grande importância na vida dos usuários. Por isso, o ideal é adaptar-se às novas facilidades que a sociedade dispõe, pois inovação é uma forma de fazer os seus investimentos decolarem.


Então? Viu como ter um restaurante virtual pode ser um bom investimento para  seu empreendimento? Se você ficou curioso e deseja saber mais sobre essa forma de investimento, entre em contato conosco! Estamos disponíveis para respondê-lo!